Alfabetização: eis a questão!

Refletir sobre o conceito de alfabetização é necessário para que se possa atribuir sentido à prática pedagógica do professor de Ensino Fundamental I. As antigas cartilhas eram usadas como única referência para alfabetizar, o que é totalmente contestado por Emília Ferreiro e Ana Teberosky desde os anos 80.

Verifiquemos a lição abaixo:

Ela demonstra claramente a preocupação em proporcionar a incorporação da letra V. Palavras sem contexto, registradas lado a lado, mais parecendo um “trava-línguas”, já que trata-se de treino da letra. Por muito tempo este foi considerado um texto pedagógico.

Cada lição da cartilha trabalhava uma unidade silábica com uma palavra-chave. O critério para a apresentação de cada uma destas lições era atribuir grau de dificuldade crescente, ou seja, ir do simples para o complexo (segundo as teorias da época, é claro”). A silabação e os treinos ortográficos só serviam para oferecer  uma noção superficial da leitura. Interpretar um texto significa reescrevê-los. Os erros dos alunos eram mal vistos, não eram “previstos” no processo de aprendizagem.

Estes e outros fatores evidenciam práticas de uniformização, o que descaracteriza a real função da escrita e da leitura.

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetizando sem o ba-be-bi-bo-bu. São Paulo: Scipione, 1998.

Anúncios
Esse post foi publicado em Práticas pedagógicas docentes e marcado , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Alfabetização: eis a questão!

  1. Vânia disse:

    Sou professora alfabetizadora há pouco tempo, necessito de dicas para atividades com crianças.

  2. Fernanda Toledo disse:

    Olá Wal, como vai?
    Estou lecionando para crianças com dificuldades na alfabetização. Tenho usado o lúdico como método mais “eficiente”, porém sinto que, embora eu reflita sempre sobre minha prática pedagógica, ainda faltam alguns caminhos para chegar em certos resultados.
    Vc teria algum material de apoio que pudesse me auxiliar?
    Adorei seu blog!
    Bjs

  3. Prezada Profa. Walkiria,
    Sou psicólogo e particularmente me interessei por este post quando ressalta a importância do contexto. Como é possível compreender qualquer saber humano sem contextualizá-lo? Outro assunto que me chamou muito a atenção foi a análise do erro associado ao processo de aprendizagem.
    Parabéns pelos posts! Linguagem agradável e de rápida leitura!
    Estou lhe acompanhando!
    Sucesso,
    Bjs!

    • walkiriaroque disse:

      Prezado Paulo, a contextualização é necessária para compreendermos o ser humano à luz da Psicologia: onde vive, no quê acredita, com quem convive, o que conhece, etc – serão diferenciais para sua vida. No letramento a comparação é a mesma: a autonomia do aluno perante à escrita. Vale dizer: o que lê, que sentido dá para o que lê, como se apropria desta leitura, etc. Um olhar multifacetado auxilia na compreensão macro dos processos de ensino-aprendizagem.
      Obrigada pela contribuição.
      Abraço.

  4. Ana Rita disse:

    Naveguei no blog e achei ótimo, muito construtivo
    Parabéns!

  5. Debora Rossato disse:

    Tenho alunos de alfabetizaçãoque hoje 1ºano e 2º ano.
    No segundo estão com dificuldades de interpretação de texto;
    Para o 1º ano, gostaria de sugestoes pois nunca trabalhei com esta turma.
    Obrigada.

  6. Nelci disse:

    Oi professora, eu sempre entro no seu blog para rever as aulas e buscar novos conhecimentos. Me passa também atividades de alfabetização?

  7. Regina Mingareli disse:

    Walkiria, gostaria de sugestão para alfabetização de crianças que estejam cursando o 4º, 5º e 6º ano de escolaridade. Agradeço e aguardo. Amei sua página!

  8. Nair Alberto Flores da Silva disse:

    Naveguei pelo seu Blog e quero parabenizá-la pelas contribuições. Muito necessário a todos nós alfabetizadores. Estou com um grande desafio em mãos neste ano de 2014: alfabetizar alunos de 4º e 5º anos. Gostaria muito de receber sugestões para dar conta dessa tarefa.
    Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s