Considerações sobre avaliação escolar

Avaliação

A avaliação do desenvolvimento do aluno já foi entendida, há algum tempo, como forma de se manter o controle da disciplina em sala de aula. A Pedagogia mais tradicional restringe a atuação do aluno nessa ótica e monopoliza o “poder” ao professor. Hoje ela é concebida como um processo contínuo, que requer do professor uma postura de observação e escuta bastante apuradas, já que o aluno também participa desse encadeamento de atuações.
Abaixo serão caracterizadas cada “proposta” de avaliação, suas principais facetas e intervenções.

Avaliação tradicional

 Os registros, normalmente, acontecem individualmente, já que trabalhos em grupo representam a perda de controle da situação pelo professor: barulho, conversa e movimento dos alunos na sala de aula;
 É classificatória: rotula os alunos a partir do desempenho de cada um deles na avaliação, com notas ou conceitos distanciados da aprendizagem propriamente dita, categorizando-os, por exemplo: alunos que tiravam nota A, pertenciam ao primeiro ano A;
 A participação do aluno é pequena, pois se limita ao preenchimento das respostas nas avaliações formais – provas orais ou escritas;
  Determina o destino do aluno – segundo Patto (1999) “profecia auto realizável”, sobre o fracasso escolar;
 Supervalorização dos acertos: pautada na dobradinha estímulo-resposta, a Pedagogia mais tradicional procura supervalorizar os acertos dos alunos, para seja entendido por eles que esse “comportamento”, de acertar, deva ser “mantido”. Já os erros são encarados como elementos inaceitáveis no processo de aprendizagem, por representarem o fracasso escolar;
 A informação está pronta. Não há discussão, nem tampouco pesquisa, pois se trata de verdade incontestável. Existe apenas a contemplação dessa informação;
 A avaliação é usada como controle de disciplina e comportamento: para manter a ordem na turma, o professor intimida o aluno com ameaças de retenção (especialmente quando ela – a retenção – acontecia anualmente);
 Pode-se afirmar que esse perfil de avaliação penaliza o aluno que mais necessita de auxilio individual.

Avaliação inovadora

 É processual e contínua – instrumento de ensino e aprendizagem: feedback para o professor e para o aluno quanto à aprendizagem; precisa ser realizada a todo momento, com registros e observações, a fim de se ter um panorama do desenvolvimento do aluno;
 O aluno é co-autor do processo de aprendizagem, já que participa ativamente desse processo, podendo, inclusive, autoavaliar-se;
 É diagnóstica na medida em que o professor precisa apropriar-se de diferentes instrumentos para acompanhar/verificar o desenvolvimento do aluno. Permite intervenção do professor adequada a cada aluno, de cada necessidade específica que possam ter;
 O erro é visto como parte do processo de construção de conhecimento do aluno,uma hipótese equivocada que ele criou sobre uma situação problema. A intervenção do professor que será o diferencial para proporcionar a aprendizagem;
 O conhecimento é dinâmico, plástico, flexível, constituído a partir da teoria, com a complementação da prática. A ação é a palavra-chave que permeia o saber;
 O comportamento do aluno é observado, mas não conceituado formalmente;
 Permite o replanejar das atividades de modo a abarcar o coletivo, considerando as individualidades.

Para saber mais:

HAIDT, R. C.C. Curso de didática geral. São Paulo: Ática, 2006.
PATTO, M. H. S. A produção do fracasso escolar – histórias de submissão e rebeldia.
São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000.

Anúncios
Esse post foi publicado em Práticas pedagógicas docentes e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Considerações sobre avaliação escolar

  1. Maria costino disse:

    Olá colega, adorei o texto. estou começando agora por aqui! Você conhece o site examtime.com.br, comecei a usa-lo com meus alunos e até para eu organizar meu conteúdo! vale a pena pois é gratuito!

  2. Sirlene disse:

    MARAVILHOSO SEU BLOG, PARABÉNS

  3. Vera disse:

    Adorei o Blog. Muito bom mesmo Parabéns! !

  4. Janaina Gomes disse:

    Obrigada pelo seu blog

  5. Dirlei disse:

    Excelentes considerações Walkiria! O aluno antes de mais nada, deve ser avaliado pelos docentes como um ser que constantemente se renova e de alguma forma, tem algo construtivo que venha a acrescentar a sua avaliação pedagógica.
    Seu blog é de um conteúdo claro, objetivo, esclarecedor, atualizado e serve de orientação para muitos profissionais da área da educação.
    Parabenizo você pelo excelente trabalho e continue propagando o saber.
    Dirlei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s